Por que mudei de ideia em relação a altcoins

Campinas, 1o de abril de 2017.

Eu estava tão errado! O que eu chamava de scamcoins, lixocoins ou shitcoins, eu agora amo! Idolatro.

coin1

Antes de tudo é necessário admitir que altcoins não são concorrentes diretas do Bitcoin (The Digital Asset™) e nem ameaças ao sonho da existência de um asset digital soberano, distribuído, estável, robusto, seguro, repleto de ferramentas, carteiras, exchanges, cartões, hardware wallets, como também mundialmente utilizado e reconhecido como dinheiro. Imagina! São todas amiguinhas; de forma nenhuma quem tem Bitcoin e promove alts é masoquista. Para se ter um dinheiro digital distribuído forte e confiável é necessário saber que ele pode ser tecnologicamente ultrapassado a qualquer momento por alguma outra cópia mal feita, impulsionada por FUD [1], mentiras e que, principalmente, resolvem problemas não-problemas de facto.

coin2.png

Diferente de antes, não acho mais que Bitcoin seja antes dinheiro que um simples software. Como condição de um software, ele pode se tornar obsoleto a qualquer momento. Quem não se lembra do Orkut ou MySpace? O dinheiro não pisca? Não solta bolinhas? Não tem problema! Logo virá uma altcoin para superá-lo que pisca e solta bolinhas. Uma utilidade super essencial para que se possa armazenar riqueza em longo prazo e se proteger de agentes agressores externos. E aí a altcoin que superar o Bitcoin que pisca e solta bolinhas não tem florzinha? Tudo bem também, logo virá outra que terá bastante florzinha e a gente migra toda nossa riqueza de novo, de uma forma bem suave e tranquila, num dump & pump para a nova moeda. Dessa forma nossa riqueza produzida e acumulada com tanto suor e trabalho fica num universo digital bastante estável e confiável.

Hoje especialmente, dia  1o de abril, também acho que quanto mais altcoins, mais descentralizado é o mundo crypto. De forma alguma um hipotético interessado em destruir o ecossistema de moeda digital descentralizada vai pensar em “dividir para conquistar” e tentar enfraquecer a moeda mais forte, espalhando mentiras e promovendo lixo. Que exagero pensar nisso! Quem segura e promove altcoins apenas quer um lucro rápido, fácil e com pouco trabalho; super normal. É apenas um pequeno atalho que não tem nada de imoral, como quase tudo que dá lucro rápido e fácil. O que importa é ganhar mais dinheiro, não é mesmo?

Como prova de que agora eu amo altcoins, vou listar aqui algumas das minhas preferidas:

Ethereum

Screenshot from 2017-04-01 03-47-06.png

Sair de 4% para quase 18% de market share de janeiro a abril não é nada suspeito. É a prova viva de que esta lixoco…, ops, altcoin, vai superar o Bitcoin rapidinho. Associar-se a grandes corporações [2] já bastante enraizadas com importantes governos não é nada suspeito também. Também é bastante louvável o fato de que a moeda tenha o desenvolvedor principal bastante ativo e considerado praticamente um rei [3]. Inserir uma enorme complexidade no dinheiro também é algo bastante desejável, sem perigo algum [4] [6] [7]. É exatamente onde quero colocar toda minha riqueza, assim que o Bitcoin se tornar de repente obsoleto!

Também me tranquiliza bastante o fato de que um fork não consensual foi feito para salvar fundos “roubados”. Assim que um agente agressor achar que há algum problema basta uma pressãozinha e a comunidade pode julgar o  caso por livre e espontânea pressão e fazer um fork pra arrumar tudo. Forks desse tipo também são super bem vindos e são a prova de que não há nada a temer com isso. A divisão ETH x ETC foi super tranquila e não causou nenhuma confusão no mundo crypto. De repente os Ethers duplicaram magicamente e as pessoas tiveram que escolher por onde seguir [5]. Algo bem simples para uma pessoa comum. Podemos falsif… ops, forkar sempre, criando ETD, ETE, ETF, seria ótimo, quanto mais melhor! Ah! E o fato de que o ETC é o Ether original e o ETH é a falsif… ops, fork, também acho que não tem problema algum.

Compre Ether e ajude a enfraquecer o Bitcoin!

Dash

Essa aqui é uma das minhas preferidas. Primeiro que é um clone do Bitcoin, um fork no código. Adoro o fato de que ela se chamava “Darkcoin”, um nome que transparece bastante segurança e transparência. Também acho exagero dizer que o instamine [8] foi um golpe. A nova feature de deixar algo que já era anônimo o suficiente [9] mais anônimo ainda é impecável [10].

Conceitos como de nós super poderosos também não parece uma ameaça à descentralização. Afinal, quem precisa de tanta descentralização assim também? Talvez a descentralização do Bitcoin seja um exagero. Descentralizado demais, nem precisa.

Outro conceito que parece maravilhoso é o de “auto governança”:

In Dash, everyone has a voice and the ability to propose projects directly to the network. (…)

Imagina que maravilha? Democracia é algo infalível, já provou por A+B que é de longe o melhor sistema de governança. Reuniões de condomínios que o diga [11]! Aí é onde eu quero armazenar a minha riqueza em longo prazo. Um asset que muda de acordo com o humor dos usuários. Isso também deve ser super difícil ser manipulado por quem queira destruir a moeda.

Vcash

Vcash ainda vai ressurgir das cinzas, anotem! Próximo verão. Por favor, esperem sentados.

Decred

Essa moeda eu adoro porque ela tem um marketing incrível e pouco invasivo. Ela apenas paga um monte de idiotas úteis que ficam criando spam e FUD [1] em grupos de Bitcoin, algo completamente normal e saudável, que não levanta nenhuma suspeita moral.

Além disso, como a Dash e tantas outras, é uma moeda que promete ser “democrática”:

Decred is an open and progressive cryptocurrency with a system of community-based governance integrated into its blockchain.

Não vejo a hora de comprar um monte pra conseguir governar loucamente esse troço.

Litecoin

Um clone quase idêntico do Bitcoin, só que melhor. Ela evita que pessoas possam construir ASIC e a mineração seja mais acessível e distribuída. Parece exagero afirmar que se essa moeda tiver algum valor relevante no mercado fará com que a mineração fique concentrada nas mãos da Intel, uma das poucas fabricantes de chips super complexos capazes de minerar Litecoin de forma mais otimizada. Quanto mais complexo o algoritmo de mineração, mais descentralizado. Isso parece fazer bastante sentido, tanto quanto uma abelha que gosta de nadar.

Tantas outras

São tantas outras altcoins lindas e maravilhosas que nem cabem mais aqui neste post. É uma shitco… ops, altcoin mais linda que a outra!

Notas e referências